quarta-feira, fevereiro 29

bacana pra caramba!, diz se não é...

arte com papel...


eu: tem show do marcelo janeci e da tulipa ruiz dia 15 de março em campinas, vamos?

amiga: de quinta eu já tenho compromisso.

eu: ê! mas que mulher difícil, hein?

amiga:
sou muito requisitada, o que posso fazer? rs. este finde que tu me chamou pro cinema eu havia recebido 3 convites, daí tu apareceu com o 4º. tinha 3 pessoas na sua frente. hahahaha.

eu: afe. deus me livre. tá muito concorrido. você já foi mais carente. hahahaha.

amiga: hahaha. viu, mas quem é marcelo janeci?

eu: é um cantor. ¬¬

amiga: eu sei, pô! mas canta qual música?

eu: aquela assim "larááá, lará, lará, la la láááááááááá, lará, lará, lará, laráááá".

amiga: vai sefudê, lili. hahahahahaha.

tupi or not tupi

já fazestes o dever do ead, lili?

Chororô.


Esse negócio de nota fiscal eletrônica sendo enviada para o meu e-mail só me serve para uma coisa: reprise de choro.

Hoje, 29, já é o último dia do mês, né? Demos graças a Deus.
[ano bissexto ainda, que baita sacanagem]

terça-feira, fevereiro 28

lombriguei.


segunda-feira, fevereiro 27

demian: meu rteclado rtpá louco ok?
eu: o que houve com o seu teclado???
demian: ele cola lerrrtras que eu não pedi. rtpá mrto louco.
eu: ahUAHuahUAHuahUAHuhauHAU
demian: rteclado rta cagado como eu. afffff. gripeee.
eu: aHUAHuahUAHuahUH.
demian: chpá de gengibre, banho e cama. rto fazendo um curso de uyoga essa semaan incrpível. rto morrto, porrtanrto.
eu: papo sério: nunca conserte este teclado. ele esta me matando de rir.
demian: kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. ainda bem que rir eu consigo. kkkkkkkkkkk.

[ui, ele falou um palavrão]

eu ouvi mesmo ele dizendo "merciba o cu". achei de péssimo gosto.
tsc tsc tsc.



Poxa...

E a Humanidade ainda tem jeito, não?



Quem não se emocionar corre na terapia porque teve ter algum grau de psicopatia...

se sou eu que faço um troço desse, tô na fila do seguro desemprego na manhã seguinte...


*
*
lilo, numa festinha pré ou pós oscar.

Só avisando

Tia Adelaide tá escrevendo um Trabalho de conclusão e meio sem tempo. Mas vi o Oscar todinho e tinha como favoritos Hugo, um filme muito especial e O Artista.

Embora concorde que Meryl merecesse o prêmio, queria que Viola ganhasse. Sabe, Meryl já levou e Viola dificilmente conseguirá outra indicação. E o mesmo vale para Gary Oldmann. Alguém acredita que foi a primeira indicação dele? Mas enfim Oscar é isso aí, vale a opinião do coletivo e não a correção de injustiças.

As melhores trolagens da noite:

Os homenageados da noite que subiram ao palco imitando a pose da Angelina tentando disfarçar a magreza:





Sério, tem blog com mais de 100 fotos onde ela faz a mesma pose para disfarçar um pouco. #feedAngelina foi uma das hashtags da noite!


E o Sensacional Sacha Baron Cohen tirando onda do Ryan Seacrest no Tapete Vermelho:



Impagável!

Prêmio de pior figurino...

Eis a representante brasileira lá no tapete vermelho do Oscar...
Por favor, NÃO, né minha senhora?

domingo, fevereiro 26

para uma pele rica e com um brilho que vem lá de dentro...

Pelo telefone

- Porque, Rose, eu sou sempre incompreendida, faço sempre o papel de ruim da historia, porque não sou hipócrita. Eu falo sempre a verdade. A verdade às vezes dói, mas é sempre preferível... eu sei que eu magôo as pessoas, mas eu falo a verdade, sempre. Sou assim.

- E irmã, você honestamente, acha que sabe o que é a verdade, pra sair falando ela para os outros assim? Porque eu acho que na maioria das vezes, isso que a gente sai por aí, falando que é a verdade nua, crua, dura e necessária, é opinião! E eu não acho nem um pouco bom, acho péssimo aliás, ter opiniões alheias jogadas na minha cara, geralmente acompanhadas de um dedo acusador e de um tom de voz ríspido.

- Mas então pra você, a vida fica fácil, né... já que nada é verdade, a gente se abstém de tudo e finge que vive em um mundinho cor de rosa...

- Nâo, não é isso. Só que uma coisa é você chegar para uma pessoa e falar que "na sua opinião, você acha que ela está equivocada".... outra completamente diferente é você dizer que "a verdade é que ele está equivocada", porque isso é a TUA opinião, não é verdade coisa nenhuma... essa verdade que você tanto preza só existe pra coisas muito concretas, e olhe lá, viu... falar a verdade é olhar para uma parede branca e dizer "essa parede é branca" - e mesmo assim, ainda tem como relativizar isso... E além disso, ainda tem o lado do convívio da coisa, né... se você vê uma amiga felicíssima com o corte de cabelo horroroso, vai falar pra ela que tá horroroso pra que?? Se ela está felicíssima, é sinal que pra ela não é horroroso, e aí? Quem te garante que a visão distorcida não é a tua? Você vai me desculpar, viu irmã... mas NA MINHA OPINIÃO - discorde à vontade - sair por aí apregoando muitas verdades, é arrogância pura e simples. E falta de traquejo - na maioria das vezes, ouvir coisas na lata magoa muito as pessoas, e sem motivo nenhum - tipo agora, né... estraguei teu domingo?

sábado, fevereiro 25

Enquete:

Celina irá parir:

( ) um camelo
( ) uma baleia
( ) um rinoceronte

A Lesada.

eu: amore, estou querendo ir amanha no GALERIA SHOPPING ver O ARTISTA e algum outro filme em seguida, se tiver pique. quer ir??? O ARTISTA é as 14h20.

amigo: Quero muitooo, quero sim. Eu topo.

eu: opa! belezinha. combinado então. eu vou chegar em cima da hora tu compra meu ingresso??? rsrs. mas eu vou MESMO.

amigo: kkkkkk. compro sim. vou comprar dublado, ok??

eu: VAI TE LASCAR!!! hahahahaha

amigo: hahaha. o filme é mudo, cabeçuda. kkkkkkk

eu: huaHAUhuahUAHuahUAHuahuA. É VERDADE, COMO TU É BESTA.

amigo: kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. vc q é, te peguei.

sexta-feira, fevereiro 24

e como bem diz a minha dama dos lábios encarnados favorita...

"...pega teu dinheiro e guarda o suficiente pra comer e pagar as contas e uma viagem. o resto, diverte. e não fique estressada, xingando, querendo casa limpa e sapato no lugar. deixa o mundo acabar. abra a cerveja gelada e vai lá ver a vida bonita que você fez, sem colocar defeito, como a gente faz. porque na real, as coisas são legais, nós que somos cuzões demais pro mundo..."

loiras de amarelo: eu acho que super dá.

é uma fase heloisa helena, ué.

só penso em amarrar uns panos na cabeça. tenho achado lindo. e tu?

Doce Vida

12h40
- Oi Carlos, é Rose! Tua oficina está aberta?
- Está sim, Rose, o que aconteceu?
- Então Carlos, roubaram o estepe do meu carro de novo. É daquele tipo que fica embaixo do carro, sabe?... arrebentaram a bandeja, tem um monte de ferro caído no chão... o que eu faço?
- Rose, não ande com o carro tendo ferros arrastando. Arrume um pedaço de arame grande, peça pra alguém amarrar os pedaços embaixo do carro, e venha até aqui que eu resolvo pra você.

Claro que eu não tinha arame e não tinha nenhum lugar pra comprar por perto... abri a bolsa e vi que por acaso tinha um bom rolo de fita adesiva - Vai ser com ele mesmo - pensei...

Olho pra um lado, olho pro outro... gente, cadê que eu tenho cara de pedir pra alguém deitar no chão, se enfiar debaixo do meu carro pra ficar amarrando ferro pra mim??!! Penélope Charmosa que sou, peguei a toalha que sempre tenho no porta malas, estendi no chão - sim, no meio da rua, no estacionamento público, no meio da brita e da terra - e deitei eu mesma, que nem uma mecânica pra resolver a coisa. Facílimo - fui enrolando os pedaços de fita adesiva, fazendo cordinhas, e amarrando os pedaços da bandeja quebrada da meneira que dava... tudo firme, levantei, ajeitei o cabelo e fui linda pra oficina...

13h15
- Rose, vou retirar a bandeja, dá pra soldar, você não vai precisar comprar outra não... fique com o carro e traga na segunda pra gente recolocar. Aí você compra outro estepe e fica tudo certo.
- Ai, Carlos, obrigada, viu... você é ótimo!
- Só não vá pegar estrada no fim de semana, heim... lembre-se de que você está sem estepe...

13h40
- Chefe, adivinha? Tive uns contratempos, vou me atrasar, viu... tô indo almoçar só agora. Não se preocupe, chefe, está tudo bem... Hahahahahaha, chefe o senhor é ótimo!!!

13h50
-Cheri, você já almoçou? Ai, espera um pouquinho, vou ver se estou muito suja, tive que deitar embaixo do carro, minha mão está suja de graxa... vou trocar de blusa e já volto...
Dei aquela conferida, e inacreditavelmente, não havia sujado nada, nadinha... só uma manchinha de terra na manga, uma coisa imperceptível...
- Vamos, Cheri, nem preciso me trocar. Consegui arrumar o problema do carro, deitar no chão, entrar debaixo do carro, amarrar um monte de ferragem sem empoeirar a roupa nem desmanchar o cabelo, tô impressionada comigo mesma! - Sou uma mecânica nata!!! Agora vamos almoçar, Cheri, porque trabalho braçal me dá uma fome...

14h15
E no restaurnate, enquanto eu me vangloriava pela vigésima vez por já estar com tudo resolvido, e principalmente por ter conseguido deitar no chão, entrar debaixo do carro, levar pra oficina, e resolver tudo sem nem precisar tomar um banho ou trocar de blusa pra voltar a trabalhar, me atrapalhei com o garfo, e virei meio prato de picadinho de carne e farofa, com li-tros de molho, em cima de mim... Tive que sair do restaurante e voltar pra casa pra trocar tu-do.

Ninguém merece, né.

Desabafo

Eu juro que eu vou tacar a mão na cara da próxima pessoa que falar, perto de mim, que agora sim, acabou o carnaval e o ano finalmente vai começar no Brasil!!!

Sério gente, complexo de vira-lata tem limite, e essa conversinha fiada de brasileiro vagabundo, que só vive pra praia e carnaval me dá nos nervos!!

Pra mim, o ano de 2011 já está tão distante que nem me lembro mais. A vida correu normalmente em janeiro e fevereiro, com o trabalho, os problemas, engarrafamentos, contas, alegrias e tristezas de praxe. Tudo acontece como tem que acontecer desde 2 de janeiro (sim, dia primeiro é feriado, mas é no mundo inteiro, não é "só no Brasil mesmo", não).

Muita gente tira férias no começo do ano porque é verão, isso não significa que o país não funcione. No hemisfério norte as pessoas tiram férias em agosto pelo mesmo motivo, e nem por isso são tratadas como folgados, indolentes e vagabundos.

Não sei qual é a graça que as pessoas vêem em diminuir e a ridicularizar assim o país e os brasileiros. Eu não vejo nenhuma. Nenhuma mesmo.

quinta-feira, fevereiro 23

Pesquisa de opinião FDD

Atendentes de telemarketing:
( ) a. Trabalham de casa, enquanto fazem a unha.
( ) b. Trabalham de casa, enquanto estouram pipoca.
( ) c. Trabalham de casa, enquanto assistem sessão da tarde.
( ) d. Todas as anteriores.

Quando a atendente de telemarketing pede "um momento" ela:
( ) a. Foi baixar o fogo do arroz.
( ) b. Foi acudir o caçula que caiu de testa na quina da escada.
( ) c. Foi atender a testemunha de Jeová.
( ) d. Foi recolher as pilhas do controle remoto, que caiu no chão e voou pilha pra tudo que é lado.

Sobre a experiência profissional das antendentes de telemarketing:
( ) a. Operadora de fotocópia
( ) b. Distribuidora de panfletos
( ) c. Manicure/Pedicure
( ) d. Consultora Jequiti

quarta-feira, fevereiro 22

atrás do trio elétrico só não vai quem não gosta...

e aí, como foi a função de momo? samba, suor e ouriço?
salin dedicou o feriadão inteiro à compra de uma lavadora de roupas. deu certo. quase 300 reais de desconto. mazá.

Meus sais, pelamordedeus...

Eu já tinha visto gafe constrangedora na vida, mas NA-DA parecido com isso....



Morri!
Não consigo parar de rir, gente. Não consigo!!!

se fosse para escolher uma fantasia para mim, seria essa, sem dúvida.

segunda-feira, fevereiro 20

O Artista


Sinto muito, Dama de Ferro. Adeus, Hugo Cabret. Sorry, George. Vocês são ótimos, mas esse ano, o filme se chama "O Artista". Uma coisa louca, gente, não tenho nem palavras (sim, é um trocadilho)... original, emocionante, engraçado, leve e profundo ao mesmo tempo, com uma fotografia deslumbrante (linda, linda, linda!) e uma trilha sonora maravilhosa. Fazia muito tempo que eu não via um filme tão bom. Se tiverem que escolher apenas um dessa leva de bons filmes que está em cartaz, aconselho, sem a menor sombra de dúvida, a irem prestigiar O Artista.

O elenco é um capítulo à parte - Jean Dujardin e Béatrice Bejà são simplesmente maravilhosos, os coadjuvantes dão show à parte, e para mim, deveria ser criado um Oscar especial para cãezinhos, para que se pudesse fazer justiça com o grande astro do filme.

E, falando em Jean Dujardin... não, gente, digam pra mim...



Como eu nunca tinha ouvido falar nesse homem, antes, meu povo??!!!?! Jean, querido, por onde você andava esse tempo todo??!!!!

sexta-feira, fevereiro 17

Casas Bonsai

Lindo e delicado trabalho de Takanori Alba. Casas bonsai... um belo conceito, não?





mais um jogo dos 457 erros, dita.

Campanha fantástica.

1) Uma camisinha assustadoramente gigante sobrevoa a praia.
2) Na mesma linha, um pouco abaixo, se encaixando direitinho nela, o pingolim do Motumbo.
3) "Campanha de aids para o carnaval 2012": por uma distribuição justa de aids neste carnaval.
4) "AIDS", quando a gente está cansado de saber que ninguém transmite AIDS para ninguém. Transmite o vírus HIV.
5) Criando esperanças, especialmente nos feios: "Nesta época aumentam as chances de você conhecer novas pessoas e fazer sexo.", sem usar "kkk", nem "rsrs", nem "hahaha".
6) Ótima distribuição das frases na "camisona". Terceira linha: "ROLA SEM CAMISINHA."
7) "Não há empolgação que faça uma maria-farinha, uma fada ou um elefante aparecerem para ajudar você." ???????????????????????????????
8) Esperar pelas maria-farinhas [caranguejo] empata-foda adestradas pelo Ministério da Saúde, não rola, hein!

Quem mais achou algo de fabuloso?

quinta-feira, fevereiro 16

quarta-feira, fevereiro 15

oremos.

comecei a cursar uma graduação semi-presencial, ontem à noite.

abro espaço para dizer que consegui, no meio de 60 pessoas, me sentar bem ao lado de uma moça que me chamou pelo nome antes de eu encostar a bunda na cadeira e já veio com a clássica "lembra de mim?". porra. ela não sabe com quem está lidando. mas é CLARO que eu não me lembro. lembrava do rosto, e isso vindo de mim já é muito. e não é desleixo. é caduquice mesmo. não via a mulher há mais de 8 anos e chegando em casa comentei sobre o ocorrido com a minha irmã e ela, que nunca viu a mulher pessoalmente, se lembrava que ME OUVIA COMENTAR SOBRE A DITA CUJA NAQUELA ÉPOCA - há 8 anos - E SE LEMBROU ATÉ ONDE ELA TRABALHAVA. aí me deprime.

mas enfim. eu comecei a tal da graduação semi-presencial. fiz a matrícula num momento de fúria e seja o que os deuses quiserem, vou fazer esse treco. mas e será que com esse meu HD de 1mb de memória, rola? haUHAuahUH.
oremos.

é bom, pra quem gosta.

o inverno será das franjadas.
anotem aí.

segunda-feira, fevereiro 13

Esse é para você, Mônica...

Respostinha para a anta prestigiosa jornalista Mônica Waldvogel, que semana passada, ridicularizou vegetarianos e ciclistas, e afirmou que bicicleta não é meio de transporte...

Na Dinamarca é

Na China é

Na Holanda também é

Em Sevilha também

E em Saigon? Claro que é!

Em Paris, Mônica, veja você... é!


Tá bom pra você, Mônica? Beijo, linda!

domingo, fevereiro 12

se sou eu que faço isso, tô na fila do seguro desemprego na manhã seguinte...(especial grammy)

para imprimir e colar na porta da geladeira... (especial grammy)

será que é verdade que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar???

DOIS MILHÕES na megasena, saiu para um morador aqui da roça neste finde.

para este domingo, nova música da CÉU [por sinal, o álbum todo está incrível]



Tá... Mais uma, pode ser?

tucanaram a overdose.

"ainda não se sabe as causas da morte" vai entrar para o dicionário como descrição da palavra "overdose".

sábado, fevereiro 11

sexta-feira, fevereiro 10

Da série: As melhoras frases lá de casa

[essa vocês tratem de escrever no teto do quarto]

meu avô, enquanto caminhávamos juntos agora à tarde, com o céu relampejando: - é... vai chover... mas tem que chover mesmo, por que o calor já matou toda a roça. essa gente jovem que vive na cidade não sabe o que é o interior, a roça. acha que tudo cai do céu... e cai mesmo, mas cai com a chuva.

[aí a gente cala a boca e lembra que não sabe mesmo é nada da vida]

para meninas de fino trato

lili, vai combinar com tudo que tu vais comprar naquela outra ocasião.

Da série: As melhoras frases lá de casa

- que dia é hoje mesmo? é sexta, vó?
- o dia inteiro.

quinta-feira, fevereiro 9

Ma-ra-vi-lho-sa



Vou pedir licença para vocês e reproduzir aqui, inteirinho, um post que André Barcinski (de quem, aliás, sou fã confessa)colocou em seu blog, ontem. Normalmente, eu colocaria só o link, mas esse é tão fantástico, tão divertido, que merece estar aqui, no Filhas, na íntegra. Então, amores, aproveitem a tarde de caos de André Barcinski e Rogéria.

No caos com Rogéria

Estava ontem num estúdio em Pinheiros, gravando um programa de TV apresentado pela mitológica Rogéria.
Tudo ia bem até o meio da tarde, quando um estrondo interrompeu a gravação. Parecia que o telhado estava desabando.
Fui à rua ver o que estava acontecendo. Pedaços de gelo do tamanho de bolas de gude caíam, amassando carros e quicando na calçada. Já vi granizo em São Paulo antes, mas nunca com aquela intensidade.
Em poucos minutos, a rua toda ficou coberta por uma camada de 20 cm de gelo. O gelo entupiu as calhas do prédio e a água começou a invadir o estúdio.
Enquanto o mundo caía lá fora e a equipe tentava impedir a inundação, Rogéria, completamente alheia ao caos, contava a uma assistente casos de sua primeira viagem ao Irã, nos anos 70.
Interrompemos a gravação. O carro que deveria buscar Rogéria e sua “entourage” – o “stylist” Ronald e o assistente Lucas – estava parado num engarrafamento monstruoso e não conseguiu chegar a Pinheiros. Tentamos vários pontos de táxi na região, sem sucesso.
A única solução para levá-los ao hotel, na Paulista (Rogéria mora no Rio), era o metrô. Rogéria, num bom humor tremendo, achou a idéia ótima: “Faz anos que não ando de metrô em São Paulo, vai ser uma aventura."
E foi mesmo. Primeiro, andar pelo Largo da Batata com Rogéria, de salto, lenço na cabeça e um óculos escuros Prada, sendo cumprimentada e chamada de “linda” e “gostosa” por várias pessoas. “Eu amo São Paulo, aqui eles sabem reconhecer os artistas."
No metrô Faria Lima, outro caos: a fila chegava quase à rua.
Sugeri procurar um restaurante para esperar o pandemônio passar. O bairro todo estava sem luz e os faróis de trânsito, apagados. Pinheiros era uma visão do inferno. Rogéria não se abalou: “Vamos andar a pé, assim eu conheço um pouco do bairro!”
Andamos uns oito quarteirões e paramos numa cantina. O lugar estava sem luz, mas o mâitre foi gentil e nos atendeu. Rogéria aprovou a comida: “Nem em Roma comi uma massa como a sua, dê os parabéns ao chef!”
Paramos na Rua dos Pinheiros para tentar um táxi. Os dois assistentes de Rogéria e eu ficamos pelo menos 20 minutos numa esquina, gritando para os carros que passavam. Ninguém parou.
Rogéria resolveu agir: “Meus amores, podem deixar que eu vou chamar um táxi. São Paulo não vai deixar Rogéria a pé!” E ela ficou na esquina, com o braço esticado, dizendo “Uhuuuu! Pelo amor de Deeeeeeeus, um táxi! Ajuuuudem!” Em três minutos, um táxi parou.
O carro subiu a Rebouças, que estava em obras. Quase fomos abalroados por um trator – juro, parecia uma miragem – que subia a avenida às sete e meia da noite. Levamos quase uma hora para chegar à Consolação.
Rogéria parecia estar se divertindo. Sentada no banco da frente, contava ao motorista histórias de suas primeiras visitas a São Paulo, nos anos 60. “A gente ia às boates ouvir bolero, coisa chique, não esses bate-estacas horríveis de hoje.”
Quando o táxi passou em frente à Nostromondo, famosa boate gay na Consolação, ela não se conteve: “Ah, a Nostro... Quantos shows não fiz lá? Quantos prêmios não ganhei ? Que saudades!
Levamos mais 40 minutos para andar três quarteirões na Paulista. E, aí, a paciência de Rogéria parecia estar chegando ao fim: “Gente, o que é isso? Nunca vi um engarrafamento desses, Deus me livre. Que horror.” O clima azedou.
Até que outro táxi emparelhou com o nosso, e o motorista a reconheceu: “Rogéria, você está linda, cada dia mais jovem...”
“Ah, meu amor, que bondade a sua! Você é que está lindo, com esse bigode chiquérrimo! Deus te abençoe, querido!”
E virou-se para nós, no banco de trás:
“Puta que pariu, eu amo essa cidade!”

quatro anos, senhoras e senhores.

- mamis, pra você levar um picadão de abacaxi com melão pra mim enquanto eu descanso no quarto é só seguir as minhsa pegadas, tá? é bem fácil. pode ir picar as coisas na cozinha bem descansadona...

quarta-feira, fevereiro 8

Nossa, como cresceu!



Morri.

dica: XOXO

R.I.P.

Adeus maravilhoso e único.



Você é sim, e nunca meu não.

terça-feira, fevereiro 7

o porco da lili está com os dias contados.

tô certa ou tô errada?

morri com a porta da cozinha e os móveis de barbearia...


*
*
a casa!

enquanto isso no mundo...

a maluquice não tem mais limite.

Aniversário de Miguxo...

Agora que eu aprendi a colocar estas bostas no blogger e ninguém me segura!!! Pela orkutização do Filhas do dono!!!

Birthday, English, Occasional | Forward this Picture

Feliz aniversário SAULINHO....MIGUXO merece gif Disney!

PS. Sorte que eu não sei colocar música ainda!!!!

Amor aos animais



Eu sei que a intenção é boa. Sei que quem faz isso tem genuíno amor aos animais. Mas não consigo entender como as pessoas aguentam ver, rever e divulgar por email, facebook, e onde mais consigam, imagens e notícias sobre bichinhos maltratados, fotos de cãezinhos que apanharam, que foram surrados quase até à morte, que estão abandonados, que estão sofrendo...

Quando é uma denúncia concreta, tipo a da louca que matou a cadelinha na frente da filha, não bastaria a notícia??? Precisamos ver o vídeo, olhar as fotos, acompanhar em detalhes o sofrimento da pobrezinha??? E essas genéricas que mostram aleatoreamente bichos maltratados com uma legenda dizendo que isso é um absurdo, que até quando vamos suportar isso, e por aí vai...???!!!

É minha vez de dizer - é um absurdo também a superexposição dessas imagens. Não adianta rigorosamente nada! Quem tem amor aos animais, não maltrata, não tortura, ama genuinamente os bichinhos e sofrem horrores vendo essas atrocidades. Quem não ama, não se importa, não vai mudar por conta dessas "denúncias", não há de ser uma foto de um bicnhinho sofrendo que vai fazer a criatura mudar. Então as pessoas podiam parar com isso, pelamordedeus!!!

É claro que as denúncias tem que existir. É óbvio que a internet e as redes sociais são excelentes ferramentas para aqueles que amam os animais e que realizam trabalhos sérios em prol de sua defesa (assim como Lilibeth e tantas outras pessoas sensacionais que eu conheço). Eu estou me refirindo aqui é à exposição de imagens, é a colocação das imagens das barbáries a que nossos amiguinhos são submetidos diariamente pela vida afora... Mais uma vez, repito - sei que as pessoas que fazem isso, fazem por bem. Mas para mim é sofrido demais, cruel demais, é de um sadismo insuportável. Ver um animalzinho sofrendo é morrer um pouco por dentro. E de uns tempos pra cá, eu tenho morrido demais, todos os dias.

Longe de mim querer minimizar problemas, ou fingir que a situação dos maus-tratos não existe... mas, de verdade, o que eu gosto mesmo é de ver os bichinhos felizes!

adoreiii

Veja o detalhe deste DISCRETO Senhor conferindo as Jóias da Coroa Dinamarquesa.

segunda-feira, fevereiro 6

alguém?

resumindo o meu estresse do final de semana.

viagem da roça para BH de avião.
um táxi até a rodoviária da roça + um ônibus até a cidade de campinas + um ônibus da rodoviária de campinas até o aeroporto + um ônibus até o avião + um avião + um táxi de 100 contos ou ônibus de 8 contos.
total: 6 horas de viagem, mais ou menos 200 contos gastos, muita correria e muito estresse.

X

viagem da roça para BH de ônibus.
um táxi até a rodoviária da roça + um ônibus.
total: 8 horas de viagem e mais ou menos 100 contos gastos.


dito isso, não preciso acrescentar mais nada, preciso?

dá uma chegadinha lá no teteatete.tanlup.com

e veja se consegue continuar vivendo sem ter pelo menos UM desses...




Vai um cineminha aí?



Porque existe direita, extrema-direita e Margaret Tatcher. Meu receio era que o filme fosse uma bobagem do estilo Evita que iria endeusar a Iron Lady. Não, o filme não é isso. Claro que serviu para humanizar um pouquinho, mas mostraram de verdade o período de massacre do povo pelo governo. Muitas decisões parecem ter sido acertadas com o tempo, mas a forma foi cruel demais.

O maior problema do filme é a história em si. Um material muito rico que serviria mais a uma minissérie do que a um filme. Outro problema é a edição. Muitos fatos são apresentados fora de ordem e ficam desconexos para as novas gerações.

No mais, não gostaria que Meryl levasse o Oscar porque minha preferida é a Viola Davis pelo lindinho The Help, mas assim, não tem como. A mulher é fantástica. Impossível de reconhecê-la em talvez a sua melhor performance.

Beijos da gorda e todo mundo assistindo no cinema néam???

Madge...

E então vamos combinar que Madonna é a rainha. Rainha do Escapismo é verdade. E nada de fazer música com críticas sociais (até porque ela tentou e foi um fiasco de vendas), mas assim, os anos 80 com Hey Mickey voltaram. Pode comemorar:




Só achei realmente nada a ver a participação da M.I.A. (cê jura???). A mulher tava aí com seus paper planes e agora vem de cachorrona? Cadê o Dado Dolabella pra berrar: Pô, cê traiu o movimento!

inês é morta!

moço, na última sexta-feira: preciso de uma receita, hoje.
eu, na última sexta-feira: o psiquiatra não está, fez feriadão e só retorna na segunda.
moço, na última sexta-feira: mas eu preciso hoje, meu remédio terminou ontem e não posso passar o final de semana sem ele. não posso e não vou esperar.
eu, na última sexta-feira: tivesse pensado nisso na sua última consulta e requisitado a receita. não tenho o que fazer e o senhor também não. ou espera ou vai atrás de um médico plantonista. são essas as suas opções.
moço, na última sext-feira: ah, é? então eu vou me matar.
eu, na última sexta-feira. ok, então se mate. até mais.
*
*
moço, hoje de manhã: bom dia, debora, tudo bem? obrigada pela força na semana passada, tá? valeu mesmo.

Onde se esconde o nosso preconceito.

E então estava eu hoje, 07h30 da manhã, fazendo as comprinhas emergenciais da semana no supermercado, praticamente deserto. Em pleno corredor de produtos de limpeza, começo a ouvir alguém cantando o Clube da Esquina - porque se chamava moço, também se chamava estrada, viagem de ventania,...,...,..., nem lembra se olhou pra trás ao primeiro passo, asso, asso, asso, asso... - era o funcionário que fazia a reposição de produtos, trabalhando, abastecendo a preteleira de frascos de água sanitária.

Primeira reação - nossa, que coisa incrível! Um rapaz tão simples, repositor de produtos em supermercado de bairro, cantando Flávio Venturini! O esperado seria um "ai se eu te pego" da vida, não é mesmo?!!

E logo em seguida a constatação - como somos preconceituosos e nem percebemos!! Qual é o espanto por um rapaz simples gostar de música boa? Porque trabalha no supermercado, tem, necessariamente, que só gostar de funk?? A gente, afinal, cataloga as pessoas até pelo tipo de música que gostam, pelo tipo de produto cultural que consomem??!!! Me senti simplesmente ridícula pelo meu espanto inicial, ri-dí-cu-la - e fui embora pensando em como somos preconceituosos; em como o preconceito se esconde dentro da gente e aflora em situações assim, sem que a gente nem perceba... e no caminho pra casa, estava eu cantarolando também - e o rio de asfalto e gente, entorna pelas ladeiras, entope o meio fio. Esquina mais de um milhão, quero ver então a gente, gente, gente, gente, gente, gente, gente...

sexta-feira, fevereiro 3

Mas tão certo quanto o erro de ser barco a motor, e insistir em usar os remos...



E ao contrário do restante do país, a temperatura na capital do Brasil está em torno de fantásticos 20 graus... agora à tarde, depois de uma manhã nublada, o sol fraquinho apareceu e brilha em um céu que dá, eternamente, a impressão de estar muitos andares abaixo do que em outros lugares, como se fosse possível pega-lo com a mão.

Coincidentemente, ontem à noite fiquei conversando sobre música brasileira, e hoje acordei e estou o dia inteiro com Daniel na Cova dos Leoões - a obra-prima linda e dolorida do Renato Russo - na cabeça. Poucas músicas definem tanto uma geração e poucas cidades evocam tanto uma época musical como essa...

assim, que o teu cheiro forte e lento
fez casa nos meus braços e ainda leve
e forte e cego e tenso fez saber
que ainda era muito e muito pouco


Sim, hoje eu estou apaixonada. Por Brasília.

quinta-feira, fevereiro 2

Parem o mundo que eu quero descer!

E então nós estamos lá, firmes, nos preparando para ser técnicos em nutrição. Meses de dedicação, de muito estudo, noites sem dormir, finais de semana sacrificados... Aí vamos lá e fazemos inscrição para um concurso público na Prefeitura de Jaboticabal - e nos deparamos com ESTA QUESTÃO na prova.

Não dá, né gente. Não-dá!

jogo dos 473 erros

Yuri: Eu li o livro Mentes Perigosas, e eu li o resumo e tinha tudo a ver com você. Você é a mente perigosa. Laisa, eu gosto de você. Apesar de tudo, apesar de todas as discussões. Mas não vou ficar por baixo. E nem vou ficar por cima...

O que você está fazendo que ainda não foi ver?

Em uma palavra? FODA.

quarta-feira, fevereiro 1

largo mulher e filhos...