domingo, novembro 30

Em clima de línguas espanholas.

domingo, novembro 2

sábado, novembro 1

Socorro!!!





terça-feira, outubro 28

Vai trabalhar criatura

Estou há dois dias tentando entender a lógica da infelicidade dos eleitores-de-Aécio-foto-no-perfil-LUTO-pelo-Brasil nos seus "bóra trabalhar que tem muito vagabundo do Bolsa Família para sustentar".

Pergunta 1: Se Aécio tivesse ganho as eleições nós não precisaríamos mais trabalhar? Gente, ninguém me contou essa parte! Acho que votei errado. Socorro.

Pergunta 2: Não foi Aécio Neves que prometeu, não só manter o programa Bolsa Família, mas AMPLIÁ-LO e torná-lo um programa PERMANENTE independentemente do governo que se estabeleça?

Pergunta 3: Esta é direcionada aos "o negócio é se mudar pro Nordeste e viver de bolsa esmola". O Programa está aí há anos, por que ainda não fez isso? Vai lá. Abandone seu emprego, abandone seu carro, sua casa, seu IPhone, sua internet, seus confortos, passe a ter uma renda de até R$ 70,00 mensais e então solicite a participação no programa, galera. Ninguém está te segurando, não. Vai fundo.

Pergunta 4: Você sabia que São Paulo e Minas Gerais são, respectivamente, o segundo e terceiro estados com o maior número de beneficiários do programa?

Pergunta 5: Direcionada aos adeptos do "malditos nordestinos". Fazendo uma rápida consulta nos resultados das eleições e no site da Caixa Econômica Federal:

Nordeste:
Cerca de 7 milhões de beneficiários do programa Bolsa Família.
Cerca de 20 milhões de eleitores votaram em Dilma.

Sudeste:
Cerca de 3 milhões de beneficiários do programa Bolsa Família.
Cerca de 20 milhões de eleitores votaram em Dilma.

Amigos, que triste notícia, acho que vocês foram traídos pelo seu próprio clã. Notaram que o Sudeste tem mais gente que NÃO RECEBE O BENEFÍCIO e mesmo assim vota na Dilma?

Meus sinceros pêsames. Agora entendo o luto.

quarta-feira, outubro 22

Um pouco sobre as urnas

Na nossa visão autocentrada e forçosamente distorcida, estamos praticamente cegos para visualizar coisas verdadeiramente preciosas.

"(...) nos últimos 10 anos, o Brasil reduziu pela metade a parcela da população que sofre com a fome. Com isso, alcançou um dos oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio que as Nações Unidas estabeleceram até 2015. Os órgãos da ONU destacaram que a taxa de desnutrição no Brasil caiu de 10,7% para menos de 5% desde 2003. Também foi assinalado que a pobreza no país foi reduzida de 24,3% para 8,4% entre 2001 e 2012, enquanto a pobreza extrema também caiu de 14% para 3,5%."

Fonte: http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/sair-do-mapa-de-fome-da-onu-e-historico-diz-governo

Qualquer um que preze um pouquinho pela vida do outro se emociona com essa informação. Que coisa grande e linda estarmos, PELA PRIMEIRA VEZ NA HISTÓRIA, fora do mapa da fome. "Estarmos", pois, ainda que não estejamos pessoalmente (e demos graças por isso) dentro desses percentuais, estamos COM eles. Somos um dos responsáveis por eles, até aqui e daqui em diante. Perdoem-me. Precisava desabafar um pouquinho, pois estou bem triste por ver que estamos prestes a nos entregar a um playboy cínico agressor de mulheres e defensor de regime ditatorial. Um cara que só pelo "agressor de mulheres" já merece o total desprezo, jamais merecerá o meu país.

segunda-feira, setembro 8

Pensando seriamente em ir à Rússia pedir para esse cara fazer o que quiser com a minha pele.

domingo, setembro 7

Natalia Lafourcade. Canção apaixonada.

sábado, setembro 6

A mais nova proprietária de um lindo Nissan March.

domingo, agosto 24

sexta-feira, agosto 8

Eu na delegacia comunicando o furto do meu carro.

- Tinha alguma coisa dentro do carro, senhora?
- Tinha, sim. Uns 15 CDs, uma calça, duas blusas, um par de botas de couro falso, um sapato (apenas um) preto salto baixo, uma par de botas de borracha, 3 gavetas, uma latinha de comida de cachorro, um pacote de ração, 4 pares de luvas de borracha, todos os recibos de pagamento de aluguel de um terreno, uma revista, cerca de R$ 5 espalhados em vários locais...

domingo, julho 27

Passion Pit e o clipe fofo de Carried Away

Perro Callejero

Por um acaso descobri que hoje, último domingo do mês de Julho, o Chile comemora o Dia do Cão de Rua. O data foi criada em 2008 pela iniciativa do estudante chileno Ignacio Gac ao convocar pessoas para prestar alguma assistência aos 'perros' abandonados.

A iniciativa parece ter sido um sucesso, pois, ainda hoje, 6 anos após a criação da data, a hashtag #PerroCallejero (cão de rua) continua movimentando as redes sociais. E que tal aproveitarmos o dia para fazer a nossa parte por esse amorecos também aqui no Brasil? Uma cama, um potinho de água, uma consulta a um veterinário ou um jantar especial para aquele cãozinho da sua rua... Um dia de trabalho voluntário em um grupo de protetores ou uma doação para algum protetor que você confie... Quem sabe até adotar um cãozinho! Tudo o que estiver dentro das suas possibilidades, não deixe de fazer. O seu melhor amigo agradece.


quinta-feira, julho 24

Tá tudo bem, gente. Somos seres maravilhosos e "a Terra está sendo dizimada de maneira implacável – não pelos recorrentes processos naturais de extinção; e sim pelas atividades antropogênicas."

Daqui.

domingo, julho 20

Hoje estou pop. Sia - Chadelier.

sexta-feira, julho 11

domingo, julho 6

Daughter - Home.

terça-feira, julho 1

E o Orkut?

O ano é 2014 e o Orkut é aquela roupa quentinha e confortável que por alguma razão - e já há algum tempo - não dá mais para ser usada. Sei exatamente onde ela está guardada no meu quarto, lembro-me de muitos dos seus detalhes, mas sempre que a pego nas mãos acabo redescobrindo alguma coisinha que estava perdida na memória, uma imagem na estampa, algum rasguinho não costurado, algum momento vivido dentro dela, quando essa coitadinha, hoje fora de moda, ainda me vestia bem.
A notícia de que em pouco tempo o site da argolinha cor-de-rosa deixará de existir deu uma fisgadinha no meu coração. Estão me forçando um desapego que eu não dou conta de praticar. Tenho minha senha na memória até hoje, gente! Nenhuma outra rede social substituiu os fóruns divertidíssimos das comunidades do Orkut (deixo registrada essa queixa tardia). Depois do Orkut, apenas este blog (no qual estou fazendo respiração boca a boca já faz tempo) me aproximou de tanta gente real. Sinto saudade até do "bad bad server, no donuts for you" que na época me matava de raiva.
Nos próximos dias o site deverá ter picos de acesso como há muito não se via: serão os últimos momentos de felicidade desse amigão www.orkut.com. Mas sem ilusões, companheiro, esse movimento é apenas das pessoas recolhendo seus pertences antes que a casa seja finalmente demolida. Salve suas fotos prediletas! Dê uma última olhada nas comunidades que você participava, nos perfis dos amigos que ainda estão por lá, seus depoimentos, seus scraps, veja se não esqueceu nada e bye-bye! Fim.
Que dura a vida de redes sociais nesses tempos tão cheios de novidades. Não desejo um triste fim nem pro G+, esse bastardinho. Quanto ao Orkut: valeu amigão, você foi muito massa. Que a sua passagem seja tranquila e que você vá morar num lugar menos ingrato que esse mundão da internê.

segunda-feira, junho 30

Post denúncia.


quarta-feira, junho 25

"Quando você olha na perspectiva de saúde coletiva, para você ser saudável você tem que trabalhar, ter dignidade, estar com quem gosta em um ambiente sustentável pra ter saúde. Nessa perspectiva, o alimento orgânico de origem familiar vai ao encontro da promoção de saúde social, porque vai dignificar o agricultor, e isso repercute na qualidade de vida nas grandes cidades na questão do desemprego, da violência. Tem a ver com a saúde social urbana. E na saúde ambiental também, porque não adianta comer bem se o ar e o mar estiverem poluídos, se o clima estiver desequilibrado. Você tem repercussões sociais porque o ambiente não é só o indivíduo."

Baita entrevista, sobre orgãnicos.

Aqui.

domingo, junho 22

Milo Greene.

domingo, junho 1

Vocês curtem The National?

domingo, maio 25

Baile de Ilusão - clipe novo da Céu.

sábado, maio 24

Tem duas mulheres se beijando no novo comercial da FIAT, produção? Alguém mais viu?
Parabéns à FIAT por isso.

sexta-feira, maio 23

Somos lamentáveis.

Uma carreta transportando frangos vivos tombou hoje na Rodovia Anhanguera. Já não bastasse a forma cruel com que são transportados os animais, a preocupação com a situação deles nesse acidente, como podem ver neste vídeo, é igual a: -10. Referem-se a esses animais como "a carga". Não passam de produtos e a lentidão no trânsito é muito mais grave que a agonia dessas vidas insignificantes.
Somos seres lamentáveis.

quinta-feira, maio 22

O Tumblr da semana, quiçá um dos melhores do ano.

Ficaram sabendo da história de um cinema que estava avisando os espectadores sobre o conteúdo do filme nacional Praia do Futuro? Conteúdo: cenas de sexo gay.
Pois bem, daí que uma pessoa usou sua criatividade, bom humor e ironia e criou esse Tumblr aqui: taavisado.tumblr.com. EstejEm avisados: é demais.



quarta-feira, maio 21

Um site com músicas africanas para você ouvir via Soundcloud: aqui.

Meu Pedacinho de Chão

Mesmo quem não assistiu a nenhum capítulo da novela, poderá fazer um favor a si mesmo e assistar à primeira cena desse link aqui. Essa foi uma, mas eu poderia indicar dezenas de outras cenas que já me levaram às lágrimas em Meu Pedacinho de Chão.
Como alguém bem disse no Twitter: isso não é uma novela, é um poema.

terça-feira, maio 20

Troca troca.

Vocês já se cadastraram nesta rede social http://bliive.com que serve para trocar horas de atividades? Alguém já fez alguma troca? Aliás, vocês já conhecem o Bliive?

Infos aqui.

segunda-feira, maio 19

Da série: As melhores frases lá de casa

Depois de ficar uns 20 minutos conversando com alguém ao telefone, minha mãe desliga o aparelho e a minha avó manda na lata:
- Quem era a vítima?

Laurence Anyways

E através do clipe We Exist do Arcade Fire, me veio a lembrança do filme Laurence Anyways. O filme de Xavier Dolan, mesmo diretor de Eu Matei Minha Mãe e Amores Imaginários, acompanha a vida de um transgênero durante o processo de suas transformações e foca em sua relação amorosa. 
Um filme belíssimo, cheio de amor e verdade. 


domingo, maio 18

Aê o vídeo completo!

A música fala sobre um garoto transgênero e o clipe, bem, o clipe é apenas Arcade Fire comprovando ser um dos melhores nomes da música atual. Aliás, preciso fazer um texto relatando uma das experiências mais incríveis da minha vida: o show do Arcade Fire no Lollapalooza.

Vocês já sabem, mas não custa lembrar: não leiam os comentários caso não queiram sentir vergonha da sua raça.

PS: O ator do clipe é o Andrew Garfield, vulgo, o Novo Homem Aranha.

domingo, maio 11

Domingo das mamães

Sempre que se fala na figura Mãe, penso nessa música que o meu marido - que vocês verão no vídeo - compôs e canta muitíssimo bem. Essa é uma versão acústica. A original é mais pesada, mas ainda, linda.

O comecinho dela diz mais ou menos isso:
"Eu acordei com os olhos de um alguém que amo sobre mim
E os braços de um alguém que amo em volta de mim.
 Ela é a minha primeira e única.
 E eu cresci no seio de minha família
 Oito braços fortes em volta de mim.
A partir da semente eles me fizeram crescer.
E agradeço àqueles,
Àqueles que me fizeram companhia
Eles são um muro de braços em volta de mim. São eles o meu exército. (...)"

Que as mamães que leem o blog tenham tido um lindo dia. :)

Beijos.
 

quarta-feira, maio 7

A minha sorte é que ainda não entendi como faz pra comprar.




Mais de 150 mil pôsteres, um mais lindo que o outro, aqui: http://www.gigposters.com

terça-feira, maio 6

Resolvendo os problemas segundo o método Sheherazade:
É só mandar 100 cidadãos de bem lincharem os 10 linchadores de Fabiane Maria de Jesus, depois outros 1000 para linchar os 100, depois 10000 para linchar os 1000, depois 100000 para os 10000, depois...

Não sei vocês, mas eu estou o dia inteiro com o estômago embrulhado e chorando de vez em quando sempre que penso nessa mulher, na sua família, nas pessoas que tiveram coragem de fazer o que fizeram com ela, nas crianças que assistiram à barbárie, na mídia explorando o caso... Enfim. É um mundo horrendo esse em que vivemos.

domingo, maio 4

Misun - My Time

Essa é para dançar sorrindo.

sábado, maio 3

Segundo a chamada do intervalo de Meu Pedacinho de Chão, Flávia Alessandra lava os cabelos com Neutrox, Carolina Dieckmann lava o corpinho com Francis, Malu Mader lava a louça com Minuano e Fátima Bernardes cozinha seu próprio frango Seara.

 #gentecomoagente #vidasimples #segredosdasestrelas

domingo, abril 27

Esta. Que ouvi no primeiro episódio de Masters of Sex.

Não consigo parar de ouvir.

terça-feira, abril 22

Para se apaixonar de novo.

Durante o feriadão, o MIS (Museu da Imagem e do Som) apresentou uma mostra da filmografia de Jean-Pierre Jeunet (Amélie Poulain). Só tive a oportunidade de assistir a um dos filmes. Adoraria ter revisto Delicatessen e Amélie numa telona, mas enfim... Não deu.
O que deu para ver foi Micmacs. E com Micmacs Jeunet só me confirmou o que acho da sua pessoa enquanto artista: um gênio. Um gênio absoluto. Toda a beleza e tom de fábula que conquistou o mundo em Amélie estava novamente na tela, mas agora Jeunet fala de um assunto pesado. E mesmo quando fala de um assunto pesado, consegue criar uma obra leve, engraçada, colorida, com personagens apaixonantes e sem perder o rumo do que quer dizer. Quando, quase no final do filme, numa cena em que alguns personagens seguram fotografias e todo o cinema, em choque, se manifestou com "Nossa!/Meu Deus!/Caramba!/etc" pensei comigo "Esse danado! Conseguiu de novo.".
Conseguiu muito.
Não deixem de ver essa obra-prima que ficou esquecida, sei lá por que, lá em 2009.

 

domingo, abril 20

A nova da Lana Del Rey.

sexta-feira, abril 18

Sobre os bichinhos, de novo.

Frequentemente escuto pessoas do meu convívio dizendo "eu gostaria, mas não conseguiria ser vegetariano, pois adoro comer carne". Entendo. Sou uma das pessoas que mais gosta de comer que vocês conhecerão em suas vidas - quem convive comigo sabe dos meus pratos de 900g nos restaurantes, meus "sim, acabei de jantar pela segunda vez, mas posso comer essas 15 porções de batata frita, sem problemas". Eu AMO comer. E tornar-se vegetariano nem sempre é sinônimo de não gostar de comer... carne. Na maioria das vezes não é isso. É mais uma questão de escolha baseada numa reflexão ética. Eu quero/posso comer, mas eu devo? E por que fazer essa pergunta? Veja, não bastasse as torturas absurdas que os animais/produtos sofrem (menos preocupante que suas mortes são suas vidas miseráveis nessa indústria bilionária, investiguem), a indústria da carne é também uma das mais denunciadas por utilizar humanos em trabalhos escravos. É ela também a principal responsável pelos desmatamentos - para pastagens e produção de alimentos para os animais - e a maior contribuinte na emissão de gases de efeito estufa, dentre outras coisas.

Assim, se assumimos uma posição de amor e responsabilidade individual pelo mundo em que vivemos, temos que nos questionar e agir o tempo todo. Exemplos:
- Sei que a água está escassa. Sei também que não vou resolver o problema do mundo economizando água. Mas, posso contribuir? Posso incentivar as pessoas a contribuir? Posso fazer o máximo para fazer alguma diferença?
- Sei que determinados produtos produzidos na China são frutos do trabalho escravo. Não vou resolver o problema dessas pessoas, mas como posso me posicionar de forma a ajudar essas pessoas? Posso encontrar outras opções de produtos que não abusem de seres humanos e não dar dinheiro para escravagistas?
- Sei que um produto é testado em animais e sei de outro semelhante que não é. Por que não optar pelo segundo e incentivar as pessoas do meu convívio a pensar sobre esse assunto? Afinal, somos os consumidores. Somos os responsáveis por ditar o que queremos ou não no mercado - embora nos esqueçamos disso.
- Sei que não vou resolver o problema do excesso de lixo, mas posso diminuir o meu consumo? Posso reaproveitar, reciclar, repensar meus hábitos?
 - Sei que não vou resolver o problema da fome no mundo, mas posso ajudar pelo menos uma família a não passar fome?

E é nesse mesmo caminho que diariamente discuto comigo mesma várias questões que envolvem o meu imenso amor e respeito pela vida animal: Sei que não vou resolver as questões do sofrimento animal, mas posso ajudar a salvar a vida de alguns cães? Então vou fazer o meu máximo por eles. Sei dos horrores das indústrias da carne, leite e ovos. É possível viver sem esses alimentos? Posso fazer o meu máximo para não fazer parte disso? Então vou fazer o meu máximo. Claro, é muito mais fácil viver sem se preocupar com nada disso. Mas viver não é fácil. Viver num mundo que pertence a todos e a ninguém é mais difícil ainda.

Meu nome é Lili. Sou a pessoa mais comilona que conheço. Magrela e chata há quase 31 anos. Vegetariana há 8 anos.

domingo, abril 13

Musiquinha para ser feliz por Liz Lawrence.

"Descobri" essa moça ontem à noite enquanto assistia ao show do Bombay Bicycle Club no Coachella.
Bem fofa a música e o clipe.

sábado, abril 12

Sherlocked.

Lembro-me que alguém indicou Sherlock por aqui, no ano passado, quando pedi dicas de séries com inglês britânico.
Terminei de ver a terceira temporada no Netflix e agora faço o que? Mergulho na eterna espera por um novo episódio? Vocês não têm coração?/!/.

By the way, já assisti umas 15 vezes ao episódio Scandal in Belgravia com Irene Adler. Melhor episódio. Impressionante.

Ah, claro. Sim. Estou apaixonada pelo Cumberbatch. 

quinta-feira, março 27

Maravilhoso ensaio fotográfico.




Daqui.

quinta-feira, março 20

"Morador de rua recusa proposta de R$ 2 mil por cão"

Um projeto-de-gente abandonou um cão, pois "não podia mais ficar com ele" num apartamento e "não achou quem o adotasse".

Um ser humano incrível que não tem casa, nem apartamento - nem bicicleta ele tem mais (roubaram) - adotou o bichinho: "ele é a minha família". Você pode até se espantar com a manchete "Morador de rua recusa proposta de R$ 2 mil por cão". É de se espantar mesmo: difícil encontrar quem entenda a diferença entre coisas e vidas, que entenda valores sem cifrões; difícil para a nossa cabeça preconceituosa imaginar que um ser humano em tão difíceis condições de vida tenha esse tipo de entendimento e além disso não seja um bandido, nem um viciado em drogas e/ou capitalismo.

Por um mundo com mais Luiz Fernandos e menos moradoras de apartamentos.

Leiam a matéria. É de arrepiar.

quarta-feira, março 19

Leia de baixo para cima.

Estou tão sem palavras para dizer qualquer coisa sobre o assassinato de Cláudia da Silva. Deixo as palavras com o moço @igornatusch. 




Meu pedacinho de chão.


E essa nova novela das 6, gente? Luiz Fernando Carvalho na direção (com todas as luizfernandocarvalhices que a gente direito), tem apenas 20 atores no elenco e cerca de 100 capítulos, ou seja, nada convencional. Estreia dia 07 de Abril. Já estou apaixonada.

domingo, março 16

quinta-feira, março 13

"Carne é essencial".

Por que os vegetarianos reclamaram da declaração da nutricionista, por que o Conar instaurou um processo ético contra a propaganda da Friboi e por que a nutricionista pediu desculpas:

Trecho do Parecer sobre vegetarianismo do Conselho Regional de Nutrição 3ª Região.

"A alimentação vegetariana é praticada, atualmente, por diversas razões -
científicas, ambientais, religiosas, filosóficas, éticas. Evidências científicas demonstram que essa escolha pode contribuir para a promoção da saúde, prevenção e controle de doenças crônicas, no âmbito da saúde coletiva, bem como para a prevenção e controle de desequilíbrios ambientais e promoção da qualidade de vida, no âmbito da ecologia.
Estudos científicos também demonstram que é possível atingir o equilíbrio e a
adequação nutricional com dietas vegetarianas- ovolactovegetarianas, lactovegetarianas, ovovegetarianas e até veganas, desde que bem planejadas e, se necessário, suplementadas (com vitamina B12 e, se necessário, cálcio, ferro e zinco.). Vale ressaltar que a dieta onívora não garante, por si só, a adequação nutricional.

CONCLUSÕES

- Qualquer dieta mal planejada, vegetariana ou onívora, pode ser prejudicial à saúde.
- Dietas mal planejadas, onívoras ou vegetarianas, podem levar a deficiências nutricionais, vitamínicas ou de minerais.
- A adequação nutricional da dieta vegetariana estrita (vegana) é mais difícil de atingir e exige planejamento e orientação alimentar cuidadosos, incluindo suplementação específica.
- Radicalismos na adesão a dietas restritivas de qualquer tipo, vegetarianas ou não, podem condicionar distúrbios alimentares (ortorexia, anorexia, bulimia).
- A alimentação vegetariana equilibrada, bem orientada, pode ser tão ou mais saudável que a dieta onívora."

Texto completo, aqui.

quarta-feira, março 12

Da série: As melhores frases lá de casa.

Assistindo ao programa do Silvio Santos com ele, o Seo Vovô.

- Vô, você acha essa moça bonitona?
- Opa! É linda. Que cabelo lindo, olha!
- Você agarraria essa moça, vô?
- Claro que eu agarraria. Bonitona.
- Vô, essa moça na verdade é homem, viu?
- Ah, é? Pô, mas um homem bonitão assim eu agarraria.

terça-feira, março 11

Esse vídeo.

Vinte pessoas são convidadas a beijar um desconhecido em frente às câmeras.
O resultado é... Muito. Lindo.

segunda-feira, março 10

Saudade de quando esse era um blog coletivo.
Sim. Acredito que vocês também sintam saudade.

Um pouco atrasada.

The Knife.
Quem assistiu a Amores Imaginários certamente se lembrará. Quem ainda não assistiu a Amores Imaginários, assista a Amores Imaginários.

sexta-feira, março 7

Cabra Marcado Para Morrer.

“Eu produzia aqui nesse sítio onde estou, meio caminhão de mercadoria por semana. O exército pegou tirou eu daqui e meteu na cadeia, cegou-me o olho, deu uma pancada eu perdi o ouvido, outra pancada eu perdi o coração... Passei seis anos na grade da cadeia. O que foi que eu construí na grade da cadeia para a nação? 
Tomaram um relógio, um cinturão, cinquenta conto em dinheiro, um jipe o exército tomou, está lá detrás da Prefeitura de Vitória, lá na delegacia, um jipe meu, não me entregou mais. Isso é tipo de revolução? Pegar de um homem lascado que nem eu, fiquei meus filhos todinhos morrendo de fome aí e o exército tomando o carrinho que eu tinha, tomar meus documentos, tomou tudo, agora ficou com ele. Que vantagem fez o exército em fazer uma desgraça dessa comigo? Era melhor mandar me fuzilar, não era?, do que fazer uma miséria dessa? Eu fiquei mais revoltado do que era. Deixar meus filhos tudinho morrendo de fome aqui e eu lascado lá na cadeia, no cacete, no pau.
(...) 
Passei 24 horas em pé, só o diabo aguenta. Passar, dentro de um tanque de merda, 24 horas em pé. Só Satanás. Eu não acredito que estou vivo não, porque eu nunca vi um espírito da minha qualidade aguentar mais choque elétrico do que eu aguentei, não. Mas não tem melhor que um dia atrás do outro e uma noite no meio. 
(...) 
Um dia o povo tem de pensar quem são eles. Não é possível a gente viver a vida todinha debaixo desse pé de boi, não. ” 

Trecho do depoimento de João Virgínio que faz parte do documentário "Cabra Marcado Para Morrer" de Eduardo Coutinho. João foi preso em 1964, passou 6 anos na cadeia.

O filme é impressionante. Por favor, assistam.

quinta-feira, março 6

Oscar 2014

Não assisti direito ao Oscar por motivos de: estava lutando MMA no tapete com um amigo. Desculpem. Mas, segue alguns comentários:

*

Matthew McConaughey mereceu, mas ainda assim fiquei triste pelo Léo. Para mim foi o melhor trabalho da carreira dele.

*

AINDA BEEEEEM que Sandra Bullock não ganhou, gente. [SPOILER!!!] Até George Clooney preferiu se perder no espaço a aturar essa mulher durante o filme. [FIM DO SPOILER]. Assisti às atuações de todas as concorrentes e torcia pela a Judi Dench, mas as mãos de Cate Blanchett também são boas mãos para o prêmio deste ano.

*

Alguém disse no twitter que a Academia mostrou exatamente o que Gravidade é: ótima técnica; zero humanidade. Não posso concordar mais.

*

Her: muito feliz pelo Spike Jonze; muito triste pelo Arcade Fire. But, ok, em um mês verei dois shows do Arcade Fire. La-di-da.

*

Tem que ter muito culhão para deixar Scorsese de mãos abanando com o FILMÃO que é O Lobo de Wall Street. Vocês são loucos.

*

E o Oscar de melhor figurino vai para: Cate Blanchett, claro. Linda, tão nude, que estava até sem esmalte eu amo essa mulher ok.


quinta-feira, fevereiro 27

Robocop de José Padilha

Quando assisti ao trailer do Robocop de José Padilha, me convenci de que vinha um filme bom por aí. Na realidade esse não é um filme bom. É um filme muuuuito bom. Uma das melhores coisas que assisti nos últimos tempos. 
Recomendo muitíssimo. 
Obs: Se for boboca tipo eu, leve lencinho, pois deve rolar uma choradinha. 


domingo, fevereiro 23

Aquecimento para o Lollapalooza.

Única música da Lorde que gostei até agora. Mas gostei pra caramba.

segunda-feira, fevereiro 17

Da série: As melhores frases lá de casa.

Depois de rodar a manhã toda pelas farmácias do bairro com o Seo Vovô à procura de um medicamento para ele, sem sucesso, desistimos. Ele então me diz que vai continuar procurando sozinho, enquanto eu vou trabalhar. Ao encontrá-lo novamente na hora do almoço:
- E aí, vô? Achou o remédio?
- Achei nada, tive que comprar.

#trolladas

domingo, fevereiro 16

Ainda no clima de "Ela". Karen O.

The Moon Song que está entre as indicadas ao Oscar de melhor canção original.

sábado, fevereiro 15

Acabei de voltar do cinema e...


... acho que ainda estou dentro da sala de cinema. Na verdade estou dentro do filme. Não me chame de maluca, pois você também está lá. Você é o filme, eu também sou e tudo está muito perto de ser ou já é e nem percebemos. Quem não quer dormir de conchinha? Não deixe de [se] ver nessa belezura. Não [se] perca.

quinta-feira, fevereiro 13

Um texto de arrepiar.

"(...)

Ao final do jogo entre Cruzeiro e Real Garcilaso, uma equipe de TV pediu que Tinga comentasse o episódio. Ele tomou ar, respirou o ar da Restinga, o cheiro do colo da mãe Nadir, os golaços que fez, os títulos que conquistou, o respeito que adquiriu no futebol, todas as entrevistas ponderadas e inteligentes que deu ao longo da carreira, e disse com a serenidade e a altivez dos grandes:

 - Se pudesse não ganhar nada e ganhar esse título contra o preconceito, eu trocaria todos meus títulos por igualdade em todos os lugares, todas as áreas, todas as classes.

 Não precisa nos dar mais nada em troca, Tinga. Teu exemplo é o suficiente."


Daqui. 

quarta-feira, fevereiro 12

Um cinegrafista morto. Um torcedor do Corinthians morto. Mais de 240 mortos em uma boate em Santa Maria. Uma criança com 3 anos de idade morta pelo próprio pai em Guarulhos. E mais tantos etcs que nem viram notícia.
Quantos brasileiros ainda serão sacrificados até que se restrinjam as vendas de fogos e rojões no Brasil? Quantos brasileiros ainda irão se transformar em destruidores de vidas até que se mude algo?


quinta-feira, fevereiro 6

Sochi.

O prefeito de Sochi mandou exterminar os cães de rua - ou "lixo biológico", como foram chamados por lá - e fez declarações homofóbicas durantes as preparações para as Olimpíadas de Inverno.
O Google respondeu, ao menos pela homofobia. 


segunda-feira, fevereiro 3

Que tragédia absurda o episódio envolvendo a morte de Eduardo Coutinho [e que talvez ainda some a morte de sua esposa]. E ainda teve Philip Seymour Hoffman. Que domingo pavoroso.


sábado, fevereiro 1

Felix e Niko

E você que aturou essa novela insuportável durante todo esse tempo para finalmente assistir à tão aguardada cena do beijo (aqui), o que achou?
Eu achei meio beijo-de-filme-de-1955, mas até entendo. Melhor não "chocar" o público que não está acostumado com essas "novidades" na telinha. E que venham os próximos! E que cada um deles sirva para tornar esse ato de carinho cada vez mais conhecido, mais comum, mais próximo, mais igual.

segunda-feira, janeiro 27

Pink - Grammy

Sei que já não é mais domingo, mas essa fica como a música do domingo: Pink [mais uma vez] sambando na cara da galera. Boa semana.

domingo, janeiro 19

Peter and Kerry.

quarta-feira, janeiro 15

Só para não passar em branco...

... darei meus pitacos sobre as roupinhas usadas no Globo de Ouro. Na verdade fiquei com preguiça de comentar, pois as produções, na sua grande maioria, me pareceram muito desinteressantes.
Das que eu vi, a mais ousada (sexy sem ser vulgar hohoho) foi Emma Watson, sambando na cara da sociedade com seu conjunto de túnica e calça. Arrasadora. Mas essa pertence àquele time das que sempre arrasam, então...



A deusa Lupita Nyong'o assumiu sua divindade num modelo simples, mas criativo. A vermelho ficou perfeito contrastando com a linda cor da sua pele. Assim como Emma, usou poucos acessórios (não sou fã de acessórios) e um penteado sem frescuras. Perfeita.


Ainda nos vermelhos, detestei o vestido a Amy Adams. 1) Mega decotes: acho horrorosos. 2) Esses dois tons de vermelho me pareceu uma coisa "faltou pano, vamos usar esse outro". 3) O modelo deixou o seu corpo bem ruim.


Agora, uma que soube valorizar o corpo (e que corpo maravilhoso!) num modelo sem grandes coisas, também com poucos acessórios e cabelos bem lindos foi essa moça Melissa Rauch* (que eu sinceramente não sei quem é). AMO amarelo. Amo. Amo. Amo, ésse dois.


Cate Blanchett eu nem comento porque, né? Diva.
Alguém escreveu no Twitter que a Jennifer Lawrence toda a noite antes de dormir, pensa no que vai fazer no dia seguinte para virar meme. Hahahaha. Ela é divertidíssima e meio doida (adoro-a), então acho que é isso mesmo: só isso explica aquela roupa.

E vocês, o que me contam desse Golden Globe?

* Obrigada pela correção, Sugar Baby.

segunda-feira, janeiro 13

Feliz Natal!

Tá. Tô com um mês de atraso, eu sei... mas esse vídeo é tão lindo, mas tão lindo, mas tão lindo que eu não poderia deixar de compartilhar aqui com vocês. Fora isso a música é uma das minhas preferidas. Fora isso Lily é uma das minhas cantoras preferidas. Então, amores, feliz natal atrasado. Ou um feliz natal de de 2014 pra todo mundo (só não deixem de ver o vídeo, porque é realmente lindo...)

domingo, janeiro 12

Bombay Bicycle Club é um dos meus amorzinhos. E esse clipe novo está bem legal.

[me encontrei nessas letras]

Dou respeito às coisas desimportantes
e aos seres desimportantes.
Prezo insetos mais que aviões.
Prezo a velocidade
das tartarugas mais que a dos mísseis.
Tenho em mim esse atraso de nascença.
Eu fui aparelhado para gostar de passarinhos.
Tenho abundância de ser feliz por isso.
Meu quintal é maior do que o mundo.

Manoel de Barros

Maionese vegetal.

É a minha paixão vegana do momento.
Há anos não comia maionese e, assim como a maioria das pessoas, cultivo um preconceito contra produtos-imitação: muitos não são bons. Bem, não é o caso aqui. Ganhei esse pote de presente (quer me ver feliz, me dê comida) e primeiro senti o cheirinho: maionese. Depois verifiquei a cor e a textura: maionese. Por fim o sabor: perfeito! A receita é basicamente óleo vegetal e mostarda, não contém glúten, nem ovo, nem leite, nem nada de bicho. Além disso (para quem interessar) tem baixo teor calórico: 47 por colher de sopa.
Recomendo fortemente.

Aqui você encontra mais infos sobre o produto e pode verificar onde encontrar produtos da marca na sua cidade. Caso não encontre em lojas físicas, já vi vários sites vendendo em seus e-commerces. 



sábado, janeiro 11

Pare o que estiver fazendo...

... e assista a isso, por favor.

quinta-feira, janeiro 9

Frances Ha

Assisti Frances Ha num dia em que me sentia bem triste. Sem esperar muita coisa, já que o cartaz me fez imaginar um filme totalmente desinteressante (sim, sou dessas, julgando o livro pela capa, mimimi), esses minutinhos com Frances acabaram por me tirar do limbo com muito mais eficiência que qualquer remédio ou chá quentinho.

Frances é uma das personagens mais deliciosas que já encontrei no cinema. Leve, cheia de vida, divertida, apaixonada, determinada, às vezes infantil, mas nunca fútil ou superficial. Greta Gerwig, além de ter escrito o roteiro em parceria com seu marido Noah Baumbach (que também é o diretor), interpreta a personagem com perfeição. Me identifiquei com os cabelos desgrenhados. E com o jeito destrambelhado. E com os títulos de bagunceira e undateable. E... Bom, assista lá. Tem no Netflix e vai lhe fazer feliz, tenho certeza.

segunda-feira, janeiro 6

Homens na Cozinha



Nos dias de verão em que eu fico na casa de minha mãe, no interior - sem sinal de celular e sem internet - acabo vendo muito televisão, e tenho que confessar que acabo assistindo os programas de culinária que eu adoro, e que no dia-a-dia acabo não vendo quase nenhum.

O que me chamou a atenção esse ano, foi a quantidade - aumentou muito, e a invasão dos homens nas cozinhas - gente, como tem homem cozinhando na televisão ultimamente, heim? Uns ótimos, outros nem tanto. Vejamos:

Jamie Oliver - Um clássico. Já tá há mais de uma década na TV, não tá? Adoro os programas dele, sempre aprendo alguma coisa nova, gosto do jeito dele cozinhar, e acho um fofo. Engordou um tiquinho, mas continua um fofo, com aquele sotaque, aquela boquinha, os cabelos despenteados, o jeito largadão... gosto demais dele.

Anthony Bourdain - Não é bem de culinária, mas é sobre comida, culinária exótica, pratos típicos de lugares exóticos. Sempre gostei dele. Adoro o tipo, grisalho,  aquela cara de quem sabe aproveitar a vida sem frescuras. Acho muito, muito atraente mesmo. E os programas são ótimos, gente!!

Olivier Anquier - Simplesmente não consigo. Não sei o que todo mundo vê nele, gente! Nâo consigo achar graça naquele fusquinha, aquela tentativa de ser cool, com aquela tentativa de dar um "ar de interior da França", aquela coisa de sou simples mas sou chique. Ele é simpatico, não se pode negar, mas muito, muito sem graça. Sex appeal beirando o zero pra mim. E o programa também... sei lá, nem consigo ver um episódio inteiro. 

Homens Gourmet - Ok. Boas receitas, boas dicas, o programa é bom, e eles até que são bem bonitos. Mas precisavam ser tão coxinhas? Tão playboyzinhos? Aquela brodagem toda chega a ser um pouco ridícula e em termos de atração fatal os quatro juntos não chegam aos pés de Mr. Bourdain.

Uns outros - Tem um rapazinho no programa da Confeitaria, do Bem Simples, que eu não sei o nome, mas que é simplesmente um xuxu!! Não sei o nome dele. E um confeiteiro, que faz bolos elaboradíssimos em Nova York, um tipo bem itaiano do Brooklyn, que acho simplesmente um arraso.Não sei o nome dele nem o do programa, mas ele faz lembrar demais o Andy Garcia dos bons tempos...

Rodrigo Hilbert - Deixei pro fim porque foi a boa surpresa pra mim. Nunca tinha visto o programa dele, e simplesmente adorei. Ao contrário do Anquier, Sr. Hilbert é realmente simples, tem aquela coisa natural ao cozinhar. Dá pra ver mesmo que nasceu e foi criado numa família sulista do interior. No programa que vi ele estava cozinhando uma língua com polenta - prato que, definitivamente, não estaria no cardápio do quarteto coxinha do circuito jardins - miami - ubatuba dos rapazinhos gourmet, certo? A cozinha do Hilbert é autêntica, parece que ele realmente aprendeu a cozinhar com a mãe, com o avô... muito, muito bom mesmo. Sem contar que ele é fofíssimo, né. E como é lindo, benzadeus...

E aí, gente? Concordam? Esqueci algum favorito de vocês? Tem algum outro rapaz bom de panelas que eu deveria conhecer?


sábado, janeiro 4

[Com um pouco de atraso] deixo aqui os meus votos para que tenhamos todos um bom ano. Amores, amigos, saúde, dinheiro, tranquilidade e sabedoria em abundância. Que seja um ano bem vivido e que tudo deixe saudades gostosas e vontade de esticar os minutos.

Digam "Oi! Para você também." nos comentários, vá? =P

quinta-feira, janeiro 2

Polícia Montada



Daí que hoje, vindo pro trabalho, percebo que o policiamento aqui da região está sendo feito por policiais à cavalo. Sim, na metrópole. No centro da cidade. Não tem nem sombra de pasto, de haras, de hípica, de campo, de estrada rural, nem nada parecido acho que em um raio de pelo menos 30 km!!

Alguém poderia me explicar – sim,  porque eu acho que deve ter uma explicação razoável – para a polícia usar cavalos e não carros, motos, bicicleta, ou algum outro veículo qualquer, que seja mais compatível com a geografia urbana e que não tenha que manter um pobre animal trotando no asfalto, com um marmanjo em cima nesse calorão de rachar que anda fazendo?

Juro que não entendo...