quinta-feira, abril 16

Só pra avisar

Estamos atualizando direto na nossa página do Facebook....
Bora curtir por lá e ficar por dentro das Filhas.

Opa, não.

Opa, sim.

Depende, se for bonito and /ou rico, pode ficar por dentro das filhas sim!

domingo, fevereiro 15

Moddison. Milo Greene.

Pelo sumiço de sei lá quantas semanas, um vídeos com 37 minutos. (Para quem é hispter and sad neste carnaval. Risos).

Beijocas.

domingo, janeiro 11

Sobre a febre dos Je suis.

Não defendo religião. Não defendo terrorismo. Não defendo "não há limites para o humor".
Entre os "Je suis Charlie", "Je ne suis pas Charlie", "Je suis Ahmed" e sei lá mais quantos outros "ser ou não ser" que pipocam nas ruas e nas redes sociais nos últimos dias, parece-me que o Je suis Ahmed é a única bandeira pacifista e a única que importa. Ahmed, o policial muçulmano morto por terroristas vivia, literalmente, num fogo cruzado. De um lado os intolerantes à sua crença religiosa. Do outro alguns desequilibrados que encontraram na sua crença religiosa uma razão para esbanjar sua loucura.
A morte de Ahmed, mais que qualquer outra morte no evento, representa toda a tragédia que foi inflamada pelos Charlies com sua arma intolerância-transmitida-por-um-meio-de-comunicação-em-massa e executada por dementes com potentes armas de fogo. As reverberações dessa chacina irão chegar em forma de mais intolerância a todos os muçulmanos, O ódio que culminou nessa tragédia, continua se propagando e atingindo novos Ahmeds a cada novo #JesuisCharlie.
Ao invés da discussão do ser ou não ser Charlie, há de se discutir a liberdade de crer ou não crer, sem interferir na crença ou não crença do outro. A sua não crença não lhe dá o direito de violentar a crença do outro, assim como aquele que crê e toda a sua crença não podem interferir na vida de quem não crê. Esse é o canal para a convivência pacífica. Ah! E nunca se esqueça: gente desequilibrada não tem raça, sexo, religião, classe social, convicção política... Gente desequilibrada é o cara à esquerda na foto, com uma arma na mão, prestes a matar mais um ser humano, sem nenhum motivo.

domingo, novembro 30

Em clima de línguas espanholas.

domingo, novembro 2

sábado, novembro 1

Socorro!!!





terça-feira, outubro 28

Vai trabalhar criatura

Estou há dois dias tentando entender a lógica da infelicidade dos eleitores-de-Aécio-foto-no-perfil-LUTO-pelo-Brasil nos seus "bóra trabalhar que tem muito vagabundo do Bolsa Família para sustentar".

Pergunta 1: Se Aécio tivesse ganho as eleições nós não precisaríamos mais trabalhar? Gente, ninguém me contou essa parte! Acho que votei errado. Socorro.

Pergunta 2: Não foi Aécio Neves que prometeu, não só manter o programa Bolsa Família, mas AMPLIÁ-LO e torná-lo um programa PERMANENTE independentemente do governo que se estabeleça?

Pergunta 3: Esta é direcionada aos "o negócio é se mudar pro Nordeste e viver de bolsa esmola". O Programa está aí há anos, por que ainda não fez isso? Vai lá. Abandone seu emprego, abandone seu carro, sua casa, seu IPhone, sua internet, seus confortos, passe a ter uma renda de até R$ 70,00 mensais e então solicite a participação no programa, galera. Ninguém está te segurando, não. Vai fundo.

Pergunta 4: Você sabia que São Paulo e Minas Gerais são, respectivamente, o segundo e terceiro estados com o maior número de beneficiários do programa?

Pergunta 5: Direcionada aos adeptos do "malditos nordestinos". Fazendo uma rápida consulta nos resultados das eleições e no site da Caixa Econômica Federal:

Nordeste:
Cerca de 7 milhões de beneficiários do programa Bolsa Família.
Cerca de 20 milhões de eleitores votaram em Dilma.

Sudeste:
Cerca de 3 milhões de beneficiários do programa Bolsa Família.
Cerca de 20 milhões de eleitores votaram em Dilma.

Amigos, que triste notícia, acho que vocês foram traídos pelo seu próprio clã. Notaram que o Sudeste tem mais gente que NÃO RECEBE O BENEFÍCIO e mesmo assim vota na Dilma?

Meus sinceros pêsames. Agora entendo o luto.

quarta-feira, outubro 22

Um pouco sobre as urnas

Na nossa visão autocentrada e forçosamente distorcida, estamos praticamente cegos para visualizar coisas verdadeiramente preciosas.

"(...) nos últimos 10 anos, o Brasil reduziu pela metade a parcela da população que sofre com a fome. Com isso, alcançou um dos oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio que as Nações Unidas estabeleceram até 2015. Os órgãos da ONU destacaram que a taxa de desnutrição no Brasil caiu de 10,7% para menos de 5% desde 2003. Também foi assinalado que a pobreza no país foi reduzida de 24,3% para 8,4% entre 2001 e 2012, enquanto a pobreza extrema também caiu de 14% para 3,5%."

Fonte: http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/sair-do-mapa-de-fome-da-onu-e-historico-diz-governo

Qualquer um que preze um pouquinho pela vida do outro se emociona com essa informação. Que coisa grande e linda estarmos, PELA PRIMEIRA VEZ NA HISTÓRIA, fora do mapa da fome. "Estarmos", pois, ainda que não estejamos pessoalmente (e demos graças por isso) dentro desses percentuais, estamos COM eles. Somos um dos responsáveis por eles, até aqui e daqui em diante. Perdoem-me. Precisava desabafar um pouquinho, pois estou bem triste por ver que estamos prestes a nos entregar a um playboy cínico agressor de mulheres e defensor de regime ditatorial. Um cara que só pelo "agressor de mulheres" já merece o total desprezo, jamais merecerá o meu país.

segunda-feira, setembro 8

Pensando seriamente em ir à Rússia pedir para esse cara fazer o que quiser com a minha pele.

domingo, setembro 7

Natalia Lafourcade. Canção apaixonada.

sábado, setembro 6

A mais nova proprietária de um lindo Nissan March.

domingo, agosto 24

sexta-feira, agosto 8

Eu na delegacia comunicando o furto do meu carro.

- Tinha alguma coisa dentro do carro, senhora?
- Tinha, sim. Uns 15 CDs, uma calça, duas blusas, um par de botas de couro falso, um sapato (apenas um) preto salto baixo, uma par de botas de borracha, 3 gavetas, uma latinha de comida de cachorro, um pacote de ração, 4 pares de luvas de borracha, todos os recibos de pagamento de aluguel de um terreno, uma revista, cerca de R$ 5 espalhados em vários locais...

domingo, julho 27

Passion Pit e o clipe fofo de Carried Away

Perro Callejero

Por um acaso descobri que hoje, último domingo do mês de Julho, o Chile comemora o Dia do Cão de Rua. O data foi criada em 2008 pela iniciativa do estudante chileno Ignacio Gac ao convocar pessoas para prestar alguma assistência aos 'perros' abandonados.

A iniciativa parece ter sido um sucesso, pois, ainda hoje, 6 anos após a criação da data, a hashtag #PerroCallejero (cão de rua) continua movimentando as redes sociais. E que tal aproveitarmos o dia para fazer a nossa parte por esse amorecos também aqui no Brasil? Uma cama, um potinho de água, uma consulta a um veterinário ou um jantar especial para aquele cãozinho da sua rua... Um dia de trabalho voluntário em um grupo de protetores ou uma doação para algum protetor que você confie... Quem sabe até adotar um cãozinho! Tudo o que estiver dentro das suas possibilidades, não deixe de fazer. O seu melhor amigo agradece.