segunda-feira, fevereiro 14

das vontades de sair dando voadora na canela de todo mundo...

Por que para mim viajar de avião é um exercício de observação da imbecilidade humana.

No portão de embarque, mesmo sabendo que as poltronas são numeradas e que o avião não vai partir até que todo mundo esteja lá dentro, as pessoas adoram criar filas imensas e ficar em pé, nessas filas imensas, aguardando a lerdeza que é [por que sempre é uma lerdeza] cada uma das pessoas à sua frente encontrar sua poltrona, entupir o corredor para enfiar seus trecos no bagageiro interno, resolver andar na contramão num corredor que só cabe uma pessoa por vez, etc...

No desembarque é a mesma coisa: o avião mal para de circular na pista e o povo já congestiona o corredor com seus corpos pendurados no bagageiro, ou fazendo a linha corcunda embaixo do bagageiro ou quando conseguem entrar de corpo inteiro no corredor, encoxam o cara da frente e são encoxados pelo cara de trás. E ficam assim por 5, 10, 15 minutos aguardando a porta abrir e a fila andar.

Por fim tem a esteira das bagagens que, se a gente explicasse direitinho, até uma barata entenderia que ficando distante, seria muito mais fácil de visualizar as malas e muito mais fácil de chegar até à sua mala quando esta aparecesse por ali... Mas novamente, é uma disputa para ver quem consegue ficar mais próximo da máquina, quem consegue atrapalhar mais pessoas ao mesmo tempo e quem consegue se desvencilhar da multidão para alcançar sua própria bagagem em tempo recorde.

Se repararmos bem nessas pessoas, é possível visualizar um gostinho de vitória ou um olhar de superioridade nos incrivelmente espertos Primeiros da Fila de Embarque, Primeiros a Conseguir Sair da Aeronave e Primeiros a Conseguir Saltar Entre os Demais Passageiros e Resgatar Sua Bagagem Antes Que Ela Faça a Segunda Volta na Esteira...

Sinceramente eu prefiro fazer a linha perdedora que senta e espera essa gente se resolver. Faço isso especialmente para não esgotar um treco que eu tenho em pouca quantia: a paciência. E se você está lendo este texto é um dos que disputam os troféus de Primeirões dos aeroportos, quero aproveitar a oportunidade para dizer que sempre te olho com desprezo, sinto vergonha alheia pela sua existência e te desejo coceiras insuportáveis em pontos que você não irá alcançar [ou terá vergonha de alcançar] enquanto estiver socado entre os outros babacas.

Beijos.

12 comentários:

marcelo disse...

Lili, um dos meus sonhos secretos é, quando, i-me-di-a-ta-men-te o comissário pedir para que todos aguardem sentados a total parada da aeronave, o avião todo estiver levantado, se acotovelando, de pé, abrindo bagageiro, aquela cena deprimente, um dia, o comissário avisar calmamente que vai esperar que enquanto todos não retornarem aos seus assentos como meninos bonzinhos e estiver todo mundo sentadinho, ele não abre a porta do avião. E que enquanto estiver UM de pé, a porta vai permanecer fechada... não seria o máximo??

Cáh disse...

hahahahahaha... olha, nunca andei de avião, e depois desta acho qeu vou ficar por aqui mesmo!


Um beijo

Lili Cheveux de Feu disse...

ai marcelo, seria MAIS que o máximo. quase tive um orgasmo aqui. hahahahahaha.

*

cáh, eu acho que você deveria ir e fazer a linha perdedora. não vai se estressar e no fundo no fundo no fundo no fundo chega a ser um pouquinho divertido. =P

Blog da Jujuba disse...

Fico imaginando essa cena, a Lili dando voadora nos passageiros...

JMJr disse...

Li o texto inteiro e gostaria de deixar bem claro me recuso a me mexer da poltrona enquanto a fila não anda, lambisgóia magrela!

huahuahauhauahuahauahua


XOXO

Lili Cheveux de Feu disse...

muito bom, djêimes, ao menos dessa vez você está salvo das minhas voadoras. hahahaha.;

Anônimo disse...

-o segredo é sempre comprar passagem com antecedência e escolher as cadeiras da frente.

-no embarque eu fico sentada até a fila enorme do portão acabar (o problema é que mesmo assim se forma outra fila na entrada do avião).

-ficando longe da esteira vc nunca vai enxergar sua mala, ja que os outros nao fazem o mesmo. daí, como vc comprou poltrona na frente e conseguiu sair na frente do avião, vc consegue um lugarzinho na esteira. quando eu vejo minha mala peço licença à pessoa do meu lado (peço pra ela se afastar) pra eu poder puxar a mala...

e assim a pessoa vai levando sem mt stress...

meu maior stress mesmo é q minhas viagens sao pra ver o namorado e, mesmo com 26 anos, meus pais implicam bastante pq acham que isso não é coisa de "moça de família".

Lili Cheveux de Feu disse...

ai, anonima, é duro não ser moça de família, né? te entendo perfeitamente pq eu tambem não sou.

e, pois é, na esteira a gente tem que se juntar aos espertões senão não enxerga a mala, mas de resto dá para ser civilizado.

beijos.

Cecília disse...

Adorei.. e estou pronta para dar 'voadoras' ou 'mortais' nessas pessoinhas que se acham melhores que as outras! Fofa, conte comigo!

Anônimo disse...

olha, na minha casa é duro mesmo, viu... to me arrumando pra sair de casa, só assim pra ter paz.

Mariucha disse...

Amei!
Tenho exatamente esses mesmos pensamentos!!!
Sinto exatamente esse mesmo desprezo por essas pessoas sem noção!
Ah, e vc esqueceu de comentar daquelas pessoas que ligam o celular na hora q o avião chega!
Tb odeio essas!!
Voadoras para todos!!!!!

O Barba :) disse...

vai daí que tooodo mundo diz:
"- Barba! Seu emprego é maravilhoso!"
imagina isto tooooda a semana por meses e meses seguidos...