sexta-feira, fevereiro 11

Bláblábláblábláblábláblábláblábláblábláblá


10h05 - No trabalho:


- As organizações se sustentam sobre os três Ps – projetos, procedimentos, pessoas.

- Trata-se de um redesenho dos processos de trabalho.

- Manter a excelência nessa fase de transição é o grande desafio para as equipes envolvidas.

- Todo esse remanejamento está baseado nas conclusões da consultoria sobre a gestão dos nossos portfólios.

- Não é cisão! É remanejamento de equipes para atender as peculiaridades da nossa cultura organizacional.

- A mudança é profunda. A equipe atual sofrerá o remanejamento e se transformará em duas, que trabalharão em estreita sintonia, já que as atividades passarão a se inserir em uma espécie de círculo de entrelaçamento de competências comuns.

- Não haverá separação. Apenas essa migração terminológica que atende melhor às nossas necessidades estruturais.


- Esse desconforto inicial é natural. Estamos saindo de nossa zona de conforto; mas absorver as mudanças faz parte desse enorme desafio que temos pela frente.

(Sou uma pessoa pragmática. Acredito na força do trabalho, na concentração, na responsabilidade, no conhecimento técnico, no controle das ações, nos objetivos finais da corporação e na transparência no trato entre profissionais. Gosto de planilhas simples, em que o cruzamento de uma linha e uma coluna entregam um dado útil e concreto e de relatórios curtos, objetivos e pontuais. Não gosto de frases de efeito. Tem gente pra quem tudo é um “desafio” – acho que essas pessoas, no fundo não sabem fazer nada. Detesto verbos como demandar, descontinuar, redesenhar, usados à torto e à direito. Tenho verdadeiro horror a gerúndios.
Prá mim as frases reproduzidas aí em cima, além de um monumental desperdício de dinheiro, não significam nada. Absolutamente nada. Rigorosamente nada.)

4 comentários:

O Mordomo disse...

#mimimi

JMJr disse...

Rose,

Você sendo pragmática, joga muita praga???

XOXO

Blog da Jujuba disse...

Pior quando esse papo furado é no serviço público. Depois de todo esse blablabla você vai para a sua sala e se depara com computadores velhos, condições péssimas de trabalho e pouquíssimos funcionários.
Dá vontade de matar um.

Anônimo disse...

"prá mim" - 'pra' não tem acento.