domingo, janeiro 27

Do meu Facebook

Se há uma coisa quer eu respeito imensamente é liberdade de opinião. E por isso, ao contrário de muitos amigos, respeito profundamente a escolha de religião de cada um. Não respeitar iria contra a minha maior crença. Não faço nenhum tipo de comentário contra. Ouço e tento entender. Seja o que for.

Mas religião deveria estar vinculada ao amor, respeito e perdão. Independente da religião, sempre há Deus. E Deus é sobretudo amor. Ou deveria.

Aproveitar este momento para dizer que parte da culpa de uma tragédia se deve ao comportamento permissivo de jovens que bebem e que se drogam, como se isso fosse uma verdade, como se você estivesse lá junto para saber o que eles faziam ou não.

Desculpe, realmente o momento é para reflexão. Mas reflexão sobre a sua fé. Posso não ser o melhor em estudos religiosos, mas em nenhum momento percebi que Deus haveria dado ao homem o direito de julgar outro.

De novo, respeito profundamente a crença de cada um, mas no momento que a sua crença o afasta do amor, do perdão ou da compaixão, significa que você não sabe interpretar o que lê nas palavras do Senhor.

Ou isso é um problema de educação básica ou você é apenas um imbecil. Não deveria haver perdão para os covardes que espalham ódio e ainda se disfarçam como emissários de Deus.

Que todos envolvidos nessa tragédia tenham o conforto que merecem. E os responsáveis que sejam devidamente punidos. Mas os responsáveis. Não as famílias que tem que ficar aqui lendo absurdos de ódio infundado.

4 comentários:

Marion disse...

Texto perfeito. Beijos

Marcelo Freda Soares disse...

Compartilhei teu texto em um post meu. Parabéns!
https://www.facebook.com/camafunga/posts/124128407759602

Adelaide disse...

Obrigado Patry...
Obrigado Marcelo.(deixei um recado no FB)

lili cheveux de feu disse...

Amores, não tudo, mas muito do que publicamos aqui está lá na nossa página também: https://www.facebook.com/pages/As-Filhas-do-Dono/335804639764302

Pode facilitar o compartilhamento. ;)