quinta-feira, outubro 14

Sabem quando é o limite?

O Chefe olha para o funcionário (que tinha razão) e diz com estas palavras:

-CALA ESSA TUA BOCA.

E aí, o que se faz nesta hora?

17 comentários:

O Mordomo disse...

Você, obviamente, CA-LA-A-BO-CA.

Já me acostumei aqui na mansão...

Holandesa disse...

O chefe pode até calar a minha boca, mas o que rola na minha cabeça (sobre ele)... NUNCA!

Adelaide disse...

Na verdade não foi para mim, foi para um colega...

Mas eu ainda estou chocada coma situação.

Arabiane disse...

tu te choca com muita facilidade, mocoronga.

Guga disse...

Numa situação dessas:

A Lili pediria o chefe em casamento.
A Rose possuiria o corpo do pobre ali mesmo.
A Marie sairia chorando, pra contar tudo pro marido.
A Solineuzza retalhava a cara dele na giletada.
A Adelaide sairia dali direto pro estacionamento pra arranhar o carro dele todinho.

Tô certo ou tô errado?

Adelaide disse...

Ai não.

Sério. Há coisas que eu realmente não admito.

A pesssoa que precisa gritar para demonstrar autoridade, não tem mais autoridade alguma.

Mando tomar no koo e vou embora

Marcella disse...

Depende do funcionário. Se fosse eu diria um sonoro : então vá a merda. Se estivesse de tpm provavelmente sairia coisa pior.

fabricia disse...

Acho que ia mandar ele a merda....

Não ia conseguir ficar com a cabeça fria...

bjs

Isa Lorena disse...

ja vi isso de perto. se puder, o melhor é ir embora. se n, começar a pensar nisso...

Blog da Jujuba disse...

Égua, se acontecesse algo assim comigo, acho que a merda ia ser grande.
Muito grande.

Arabiane disse...

HAUHAUHAUHAUHAU
MORDOMO quase um Dr. Spercer Reid. Se estéticamente fosse igual eu caia matando.

Anônimo disse...

Mando tomar no koo e vou embora(2), escorpiano que se preste não tolera grosseria.

Marie Clarté d'Or disse...

Chorei só de imaginar a situação!

Solineuzza disse...

Mas eu dava tanto na cara da pessoa...

Anônimo disse...

Provavelmente eu iria ficar tão chocada que não conseguiria dar uma resposta e aí eu sairia de lá chorando. Mas pedir demissão eu acho que não daria esse gosto, arranjaria o um jeito de ferrá-lo.

Adelaide disse...

Olha, depois de muito discutir isso na terapia, creio que o meu colega teve a melhor reação.

Nào perdeu a calama e continuou falando normalmente. Chorar ou rebater na mesma moeda só indicam uma derrota.

FaNa disse...

opção mais correta para os ocupantes de cargo de livre nomeação e exoneração, como eu: MANTER A BOCA CALADA!