quarta-feira, agosto 29

Entendendo as mulheres - Lição I

Mulheres gostam de homens atenciosos? Sim, adoram. Amam. Casam-se com homens assim.
Mas também gostam (e precisam) de sentir saudades.
Experimente deixar de dar aquela ligadinha costumeira, na hora do almoço. É certo que ela vai te ligar pra perguntar o que houve, ou fará algum comentário na primeira oportunidade. E isso é bom. É bom porque agita a competição.
Caramba, eu sou péssimo pra redigir esse tipo de análise. Eu nem mencionei o quão as mulheres são competitivas e já falei em competição. Tratemos de corrigir isso.
Mulheres são competitivas. Ponto final. Nascem, crescem, reproduzem e morrem assim. E daí que o relacionamento com um homem, pra toda mulher, é nada menos do que uma competição: quem ama mais quem, quem se declara mais, quem cuida mais de quem, e por aí vai. Uma bobagem na nossa cabecinha de prego, mas pra elas essas competições são dignas de DR's seríssimas.
Sendo assim, é claro e inegável que o fato de deixar de cumprir um hábito rotineiro (dar uma ligadinha, como dito no início do post) representa que algo mudou no jogo, e ela pode estar em desvantagem.

"Ele não ligou hoje ainda, o que houve? Será que diminuiu o interesse por mim? Será que está ocupado demais com o trabalho? Será que tem outra na história?"

E então ela te liga, pra entender a "desvantagem". E nem foi nada sério, você só se distraiu e deixou de ligar, mas mesmo assim agitou o jogo.
Não existe uma receita para relacionamentos perfeitos, mas um bom jogo, digo relacionamento, será tão duradouro e sadio quantas forem as jogadas, digo fugas da rotina.
Joguemos com as mulheres. É disso que elas gostam.
Minto?

3 comentários:

Aerson disse...

É, acho que agora posso entender melhor o meu relacionamento. Bem, sobre 'saudades', como a mãe dela (quase) disse, é o que nos manteve tão unidos. Ela teve que mudar em fevereiro para outra cidade para estudar. Tenho direito de visitá-la por um final de semana por mês. Desde 15 de julho, ainda não a vi, provavelmente daqui a duas semanas, depois, só no dia do vestibular, que talvez ela volte pra ficar. Tá, acho que ninguém quer saber muito sobre isso.

A informação da competição me deixou meio confuso. Vou ligar fora de hora (eu não consigo não ligar!), e vamos ver o que rola.

Valeu ae!

Herrivan disse...

Competição?!
Comentário perfeito!

Não é a toa que toda vez em que há uma discussão entre o casal, elas nunca estão erradas (pelo menos não admitem) e, em contrapartida, sempre acham uma falha no cara para poder tentar "igualar" o erro, tipo, tentam sempre deixar em 1x1, nunca ficamos ganhando.

Muito bom comentário.

Ahresa disse...

Estou divulgando meu blog novo que é um "manual da mulher moderna e perfeita" por favor, deem uma lida nos posts e se gostarem passem aos seus amigos: http://asheteros.blogspot.com/